0,00 €

      SIMATIC IOT2020 da Siemens

      Gateway para utilizar com qualquer aplicação IoT baseado
      em Arduino. Adequado para estudantes, makers e novos developers.

      Comprar o IOT2020

      Desenhado para os novos engenheiros

      • Licenças de software não requeridas; liberdade para escolher a linguagem de programação mais adequada.

      • Compatibilidade com as placas mais populares como Arduino e Raspberry PI.

      • Facilidade para escalar projetos Arduino e Raspberry Pi e transformá-los em aplicações comerciais com design industrial e certificações UL/CE.

      • Fácil de interconectar com hardware industrial e de código aberto.

      • Pronto para instalar em painéis elétricos ou automatizados.

      • Preço atrativo.

      Principais aplicações:

      • Robótica
      • Aplicações domóticas IoT
      • Monitorização e controlo em remoto
      • Smart factory

      Descubra o IOT2020

      O gateway IOT2020 tem compatibilidade com a maioria dos sketches da Arduino que podem ser carregados diretamente desde o IDE da Arduino. Quase todos os programas podem ser compilados ou executados em Yocto Linux graças ao controlador X1000 SOC (X86).

      Hardware de terceiros, como PLCs e sensores de diferentes marcas, integram-se com facilidade com Ethernet ou com a interface de série (requerido adaptador USB) utilizando protocolos abertos ou industriais como Modbus, Profinet, REST e MQTT.

      O IOT2020 tem compatibilidade com os shields da Arduino e com várias linguagens de programação de alto nível como Java, C++ e Phyton.

      Também com uma gama de IDEs como Eclipse ou os compiladores Yocto Linux.

      Igualmente podem ser ampliados com a entrada mPCIe. Permite utilizar Node-Red, MQTT e SQLITE3 para conectar e controlar os periféricos localmente e também em remoto.

      O que é o IOT2020?

      SIMATIC IOT2020, o gateway industrial IOT flexível para utilizar com qualquer aplicação, resulta ideal para que estudantes, makers e jovens aprendam a utilizar a tecnologia IoT e assim consigam escalar os protótipos desenvolvidos com placas de código aberto como Arduino, Intel Galileo ou Raspberry Pi.

      O IOT2020 não é apenas um controlador lógico, foi desenvolvido para ser o cérebro de uma aplicação IoT tomando dados de PLCs, controladores ou sensores localizados em qualquer lado. No caso dos IOs sempre será necessário ampliar as opções da placa utilizando conectores Arduino ou shields da Arduino.

      O SIMATIC IOT2020 é 'hardware industrial' O que significa? Quais são as diferenças de outras placas como Arduino?

      As certificações UL e CE satisfazem dois dos muitos requerimentos que tornam o IOT2020 num hardware adequado para aplicações industriais. O IOT2020 inclui uma carcaça IP20 que facilita uma instalação segura em maquinaria e paneis elétricos, também facilita a ligação com outros dispositivos como PLCs, fontes de alimentação, relés e controladores.

      Também, o IOT2020 foi desenhado utilizando componentes de grau industrial para suportar um uso continuado em ambientes industriais com vibrações, pó, interferências eletromagnéticas e altas temperaturas

      Enquanto os protocolos de comunicação, o IOT2020 utiliza protocolos industriais seguros como Modbus, PROFINET e MQTT para se comunicar com outros dispositivos.

      Habitualmente, as placas de código aberto não estão desenvolvidas para ter um uso intensivo em ambientes industriais e não estão desenhadas para conectar facilmente com outros dispositivos industriais.


      Shield desenhado especificamente para o IOT2000



      Com um módulo E/S desenhado especificamente para o IOT2000 é possível adicionar entradas e saídas digitais e analógicas. Assim conseguimos conectar diretamente sensores locais ao gateway IoT.

      Trata-se de um shield para uso industrial que junto com o IOT2020 mantêm os estandartes CE e UL. Também é programável com linguagens de alto nível e permite direcionar com GPIOs.

      Saiba mais do shield para o IOT2020 aqui.



      Porque estudantes e makers precisam de hardware com certificações industriais?

      Os estudantes precisam de ter hardware industrial para integrar os seus projetos IoT em sistemas industriais existentes (nomeadamente criar um protótipo com um sistema de controlo remoto para monitorizar um braço robótico). Os estudantes podem começar os protótipos em placas de Arduino e depois simplesmente transferir o código - e shields da Arduino, quando necessário - junto ao IOT2020 para completar a integração no sistema industrial já existente.

      Makers e start-ups podem utilizar o IOT2020 para transformar os protótipos IoT em aplicações comerciais aproveitando as certificações industriais.

      Especificações técnicas do IOT2020

      Processador

      Intel Quark x1000 (x86 400 MHz)

      Memória

      512 MB DDR3 RAM; 8 MB FLASH, 256 kB SRAM

      Pilha RTC

      Opcional

      Interface série

      1x 10/100 Ethernet RJ45

      Interface USB

      1 entrada USB tipo A (host USB 2.0)
      1 entrada USB tipo Micro B (interface de dispositivo)

      Slots de ampliação

      mPCIe + Arduino shields + USB

      E/S da placa

      Pinos Arduino Uno

      Armazenamento

      Com cartão microSD

      Sistema operativo

      Arduino IDE / Yocto Linux / Intel Studio / Eclipse

      Características integradas

      LEDs

      Alimentação elétrica

      9..36 V

      Temperatura de funcionamento

      0 - 50°C

      Certificados

      Standards industriais (UL, CE,..)

      Programação Programação com linguagens de alto nível como C++ e Json
      Protocolos de comunicação

      Modbus e Profinet

      Instalação

      Calha DIN, instalação em painel ou em parede

      Seleção de acessórios para o IOT2020

      RS IOT2020 na Maker Faire Rome com Massimo Banzi e Siemens

      Massimo Banzi, cofundador de Arduino, comentava: “Todos os anos na 'Maker Faire Rome' partilhamos a história da mudança do nosso mundo e das tecnologias. Este ano, esta transformação afeta mais do que nunca as organizações que devem implementar a conhecida Indústria 4.0. A Internet Industrial das Coisas vai permitir que as organizações sejam mais eficientes e mais competitivas, enquanto são cada vez mais sustentáveis. Os governos estão a fazer grandes investimentos para modernizar indústrias. Normalmente estes planos estão feitos a medida das grandes empresas, se bem que em países como Itália, as pequenas e médias empresas constituem a base da economia. Habitualmente dirigidas por makers que procuram soluções criativas para inovar com orçamentos muito ajustados e pequenas equipas. Na Maker Faire encontramos muitos exemplos desta criatividade e por isso é o lugar perfeito para lançar o novo IOT2020 da Siemens e RS".

      Sobre o IOT2020, Massimo Banzi explicava: "Para estudantes e engenheiros, este pequeno computador constitui o ponto inicial para implementar a Internet Industrial das Coisas e participar na revolução da Indústria 4.0. Com o potencial do software de código aberto e também a possibilidade de programar com Arduino IDE a inovação fica acessível para todos, grandes organizações com grandes equipas e também profissionais altamente qualificados".

      Para finalizar, sublinhava: "Siemens é um fabricante líder da comutação industrial e a decisão de lançar o IOT2020 é um sinal de que é preciso democratizar a inovação para que seja mais acessível. Estou muito entusiasmado de formar parte deste projeto e de ver como as pessoas vão mudar a forma de trabalhar com este produto".

      Espaço IOT2020 em DesignSpark



      O espaço dedicado ao IOT2020 disponível em DesignSpark é o melhor lugar para encontrar projetos, exemplos de programação e vídeos criados pelos próprios usuários.

      Trata-se da casa de makers, estudantes e jovens engenheiros que pretendem criar aplicações IIoT inovadoras com o IOT2020.

      © Amidata S.A. Avenida de Europa, 19, 28224 - Pozuelo de Alarcón - Madrid - Espanha